METROPOLE

Domingo, 09 de maio de 2021

Objetos cortantes: um thriller psicológico, forte e impactante

Com fortes atuações do trio principal, essa adaptação do livro de Gillian Flynn é um ótimo thriller psicológico, que pode não fazer você rir pelo seu universo perturbador, mas com toda certeza, refletir bastante sobre as dores e dramas humanos.

Objetos cortantes: um thriller psicológico, forte e impactante

Foto: Divulgação

Por: Luana Montargil no dia 15 de abril de 2021 às 09:56

Com fortes atuações do trio principal, essa adaptação do livro de Gillian Flynn é um ótimo thriller psicológico, que pode não fazer você rir pelo seu universo perturbador, mas com toda certeza, refletir bastante sobre as dores e dramas humanos.


Em 2014, a autora Gillian Flynn teve sua carreira alavancada com a adaptação de “Garota Exemplar”(filme maravilhoso) para os cinemas, obra dirigida por David Fincher. O sucesso entre a crítica e o público fez com que mais livros de Flynn fossem adquiridos para levar às telonas e telinhas, como “Lugares Escuros” e “Objetos Cortantes”, essa minissérie impactante– com oito episódios.

Na trama, quando o segundo assassinato de uma garota em um período de poucos meses acontece na pacata cidade de Wind Gap, no interior do Missouri, a jornalista Camille Preaker (Amy Adams) recebe a missão de seu editor de cobrir a história e montar um quadro do caso, aproveitando-se do fato de que ela é uma nativa do lugar. Para outros profissionais, o caso seria apenas mais uma matéria a ser feita. Mas para Camille, voltar a sua cidade natal mostra-se um grande desafio, que reabrirá feridas do passado e trará à tona o conflituoso relacionamento com a mãe, Adora (Patricia Clarkson), além de permitir que ela conheça melhor a sua meia irmã, Amma (Eliza Scanlen).

A direção da minissérie é de Jean-Marc Vallée, que reedita sua parceria com a HBO após o sucesso de outra produção maravilhosa, já indicada aqui por Nardele Gomes, “Big Little Lies“. A ambientação do filme mostra a todo momento o quão sufocante Wind Gap é para Camille, e como o lugar mexe com seu psicológico e a faz mal.

Reconhecida com indicações a prêmios como o Screen Actors Guild Awards e o Globo de Ouro, as atuações do trio principal são o grande trunfo da minissérie. A química entre Adams, Clarkson e Scanlen funciona muito bem, conseguindo explorar as diferentes nuances do relacionamento entre elas.

“Objetos Cortantes” pode não ter tido o impacto e a repercussão que “Big Little Lies” teve na HBO mas eu super indico principalmente por ser intrigante, envolvente, com atuações convincentes e uma ótima pedida para aqueles que apreciam um bom mistério.

 

Uma série da HBO.

Indicações relacionadas

Alma de Cowboy

Indicações da Metrópole

Alma de Cowboy

1mês atrás • por Mário Kertész
Shtisel

Indicações da Metrópole

Shtisel

1mês atrás • por Mário Kertész
Objetos cortantes: um thriller psicológico, forte e impactante - Metro 1