METROPOLE

Quinta-feira, 06 de maio de 2021

Bahia

Primeira mulher prefeita de Cachoeira relata ameaças de morte após assumir o cargo

Segundo Eliana de Jesus, dois de seus apoiadores foram mortos entre o final de 2020 e março deste ano

Primeira mulher prefeita de Cachoeira relata ameaças de morte após assumir o cargo

Foto: Prefeitura de Cachoeira

Por: Juliana Rodrigues no dia 20 de abril de 2021 às 09:20

A prefeita de Cachoeira, no recôncavo da Bahia, Eliana Gonzaga de Jesus (Republicanos), de 52 anos, denunciou ter recebido ameaças de morte desde o início da campanha que levou à sua eleição, em novembro do ano passado. Ela é a primeira mulher a ser eleita prefeita do município.

Devido às ameaças, Eliana de Jesus conta que já registrou dois boletins de ocorrência na delegacia de Cachoeira. Segundo a polícia da cidade, os casos são investigados.

Em entrevista ao portal G1, Eliana de Jesus contou que as ameaças começaram ainda no período da campanha. Ela disse que nunca tinha sido ameaçada antes de disputar a eleição e relatou que dois militantes, que eram ativos durante a campanha, foram mortos entre o final de 2020 e março deste ano.

"Esses crimes supostamente são políticos, porque eu nunca me vi em uma situação dessa antes de ganhar uma eleição para o executivo. Eu não tenho inimigos, não tinha até então, e de repente eu me candidato, foi uma eleição muito bonita, graças a Deus, com uma diferença de 2.535 votos", contou.
Mesmo sofrendo ameaças, a prefeita conta que não tem pretensão de renunciar. "Desistir jamais, o povo não elegeu uma covarde", disse.

TV METRO

Entrevistas

Otto Alencar

Em 06 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Primeira mulher prefeita de Cachoeira relata ameaças de morte após assumir o cargo - Metro 1