Sexta-feira, 01 de julho de 2022

Bahia

Sesab tem reunião de monitoramento com os 17 municípios baianos em altíssimo risco para dengue

Outros 8 municípios estão em alerta do mesmo nível para chikungunya e um para zika

Sesab tem reunião de monitoramento com os 17 municípios baianos em altíssimo risco para dengue

Foto: Divulgação

Por: Metro1 no dia 04 de maio de 2022 às 17:29

Nesta quarta-feira (4), aconteceu mais uma reunião de monitoramento das arboviroses urbanas (dengue, zika e chikungunya) na Bahia, com os representantes de 5 núcleos regionais de saúde e dos 17 municípios que hoje são considerados de alto e altíssimo risco para epidemia de dengue. 

A reunião foi liderada pela secretária estadual da Saúde, Adélia Pinheiro, e acompanhada pela presidente do Conselho de secretários municipais de saúde da Bahia, Stella Souza.

Os 17 municípios com coeficiente de incidência para dengue maior que 100 casos para cada 1000 habitantes ficam localizados nos núcleos de saúde Sudoeste, Sul, Oeste, Centro-Norte e Norte. São eles:  Urandi, Floresta Azul, Coaraci, Potiraguá, Apuarema, Santa Cruz da Vitória, Mirangaba, Caatiba, Oliveira dos Brejinhos, Chorrochó, Remanso, Abaré, Caculé, Itajuípe, Caldeirão Grande, Érico Cardoso e Ipupiara.  

Outros 8 municípios estão em alerta do mesmo nível para chikungunya e um para zika. Ao todo, cerca de 80 representantes de municípios participaram do evento de forma virtual.

A epidemiologista chefe da Coordenação de Doenças por Transmissão Vetorial, Sandra Oliveira, explicou que, entre as ações dos planos de contingência, os municípios precisam dar atenção especial para as devidas notificações no SINAN – Sistema de Informação de Agravos de Notificação. É a partir destes dados que a Sesab norteia as ações de mapeamento para apoiar os municípios no combate às endemias.
 

Sesab tem reunião de monitoramento com os 17 municípios baianos em altíssimo risco para dengue - Metro 1