Bahia

Servidores municipais vão fazer manifestação contra Prefeitura de Madre de Deus

Os gastos excessivos da Prefeitura de Madre de Deus com o Madre Verão - que está na mira do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) - têm trazido diversos prejuízos para a cidade, como por exemplo a falta de reajuste aos servidores públicos municipais. Na segunda-feira (29), oSindicato dos Servidores Municipais de Madre de Deus (SINDIMADRE) vai realizar na entrada da cidade, em frente à Transpetro, às 06h30, uma manifestação publica. [Leia mais...]

[Servidores municipais vão fazer manifestação contra Prefeitura de Madre de Deus]
Foto : Divulgação

Por Matheus Morais no dia 26 de Fevereiro de 2016 ⋅ 11:52

Os gastos excessivos da Prefeitura de Madre de Deus com o Madre Verão - que está na mira do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) - têm trazido diversos prejuízos para a cidade, como por exemplo a falta de reajuste aos servidores públicos municipais. Na segunda-feira (29), o  Sindicato dos Servidores Municipais de Madre de Deus (SINDIMADRE) vai realizar na entrada da cidade, em frente à Transpetro, às 06h30, uma manifestação publica. 

“A Prefeitura gastou aproximadamente R$ 2.000.000,00 com a festa Madre Verão e não concedeu nenhum reajuste ao servidor público municipal este ano”, afirma Amilton Pereira, presidente do SINDIMADRE.
De acordo com Pereira, a  data-base do reajuste anual era em Janeiro deste ano e os servidores municipais continuam com salários de 2015, sem terem, inclusive, a reposição da inflação.


Segundo o Diário Oficial do Município, só com o Madre Verão, a prefeitura gastou quase R$ 2 milhões. Sendo R$ 1.400.010,00 com a empresa Torre Som. Já com banheiros químicos foram gastos R$ 290.000,00 ( Empresa Samix do Nordeste); com a LC Produções o montante foi de R$ 27.907,00 e com a  AMS Produções e Eventos o valor foi de R$ 219.998,00. Totalizando exatos R$ 1.937.915,00  investidos só no Madre Verão. 
 
De acordo com o Tribunal de Contas dos Municípios  do mês de novembro de 2015, o orçamento mensal da Prefeitura de Madre de Deus é de cerca de R$ 16 milhões. Segundo o site da prefeitura, a cidade tem uma área total de 11,141 Km2  e 18 mil habitantes .

A folha de pagamento dos funcionários públicos é de R$ 3.931.349,09; representando um gasto de cerca de 25% do orçamento mensal, sendo que a Lei de Responsabilidade Fiscal permite um teto de gastos de até 60%  do orçamento municipal para a remuneração.

“Vamos protestar contra este descaso com o servidor público e com a população da cidade; que necessita de servidores com remunerações dignas; assim como constantes cursos de qualificação e capacitação para a prestação de serviços públicos de qualidade em Madre de Deus”, destacou Pereira.

O Jornal da Metrópole denunciou a farra dos gastos da prefeitura com o Madre Verão nas edições dos dias 27 de janeiro e 03 de fevereiro. 

Notícias relacionadas

[Incêndio atinge fábrica em Simões Filho]
Bahia

Incêndio atinge fábrica em Simões Filho

Por Juliana Almirante no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 07:27 em Bahia

Fábrica é localizada na Rua Marechal Hermes da Fonseca, em frente a uma unidade dos Bombeiros.

[Catu: Câmara Municipal seleciona estagiários]
Bahia

Catu: Câmara Municipal seleciona estagiários

Por Metro1 no dia 18 de Setembro de 2019 ⋅ 16:39 em Bahia

“Com o estágio buscamos assegurar uma fonte de renda para garantir a permanência dos jovens nos estudos”, destacou o presidente da Câmara, Marcelo Calasans