Bahia

Nepotismo: Justiça afasta servidores em Irecê

O Ministério Publico Estadual (MP-BA) identificou nove casos de empregos irregulares de parentes no município

[Nepotismo: Justiça afasta servidores em Irecê]
Foto :Mateus Pereira/GOVBA

Por Marina Hortélio no dia 23 de Maio de 2018 ⋅ 19:20

A Justiça suspendeu a nomeação de parentes do prefeito, de secretários e vereadores do município de Irecê, no centro norte baiano, depois de o Ministério Publico Estadual (MP-BA) identificar nove casos de nepotismo no município.

Entre as nomeações suspensas pela juíza Andrea Neves Cerqueira estão Joelson Vaz de Matos e Paulo Eugênio Matos, respectivamente, o irmão e o sobrinho do prefeito, Elmo Vaz (PSB).

Foram exonerados o chefe de Gabinete; Carine Dourado, filha do secretário de Agricultura; Auba Freitas, irmã do secretário de Educação; Gardênia Freitas, esposa do secretário de Educação; Naiara Oliveira Santos, irmã de vereador; Bruno Paiva, irmão de vereador; Alan Paiva, irmão de vereador; e Juliano Matias, filho do secretário de Assistência Social.

Em nota, a prefeitura do município do centro-norte baiano responde que, até agora, não foi notificada, mas, que quando for informada oficialmente, vai avaliar a possibilidade de entrar com um recurso à decisão. A gestão de Irecê afirma ainda que as nomeações são legais.

Notícias relacionadas

[Catu: Câmara Municipal seleciona estagiários]
Bahia

Catu: Câmara Municipal seleciona estagiários

Por Metro1 no dia 18 de Setembro de 2019 ⋅ 16:39 em Bahia

“Com o estágio buscamos assegurar uma fonte de renda para garantir a permanência dos jovens nos estudos”, destacou o presidente da Câmara, Marcelo Calasans