Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Bahia

Após operação, TJ-BA suspende eleição de novo presidente

Ação da Polícia Federal, que teve como base um pedido do Ministério Público Federal (MPF), afastou quatro desembargadores e dois juízes

Após operação, TJ-BA suspende eleição de novo presidente

Foto: Divulgação/TJ-BA

Por: Matheus Simoni no dia 19 de novembro de 2019 às 13:12

Prevista para acontecer amanhã (20), a eleição para a nova presidência do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) foi suspensa após a deflagração da Operação Faroeste.

A ação da Polícia Federal, que teve como base um pedido do Ministério Público Federal (MPF), afastou os desembargadores Gesivaldo Brito, atual presidente, José Olegário Monção e Maria da Graça Osório, candidatos ao cargo, e Maria do Socorro Barreto Santiago e os juízes Marivalda Moutinho e Sérgio Humberto Sampaio. 

O afastamento é por 90 dias. Ainda não há uma nova data para a realização do pleito. 

Leia mais:

Operação Faroeste: STJ determina prisão de advogados e cônsul na Bahia

Juiz substituto do TRE-BA teve movimentação de R$ 3,8 mi, aponta sentença

Operação Faroeste: presidente do TJ-BA movimentou R$ 24 mi e indicou 'juízes suspeitos'

Genro de ex-presidente do TJ é suspeito de lavar dinheiro com carros de luxo

Após operação, TJ-BA suspende eleição de novo presidente - Metro 1