Bahia

Delegado diz que Adriano da Nóbrega visitava a Bahia 'há cerca de dois, três anos'

A polícia continua as investigações para saber qual a intenção dele em permanecer no estado

[Delegado diz que Adriano da Nóbrega visitava a Bahia 'há cerca de dois, três anos']
Foto : Arquivo pessoal

Por Kamille Martinho no dia 15 de Fevereiro de 2020 ⋅ 16:00

As investigações da Polícia Civil da Bahia apontam que Adriano da Nóbrega, o miliciano morto em ação policial na cidade de Esplanada, já vinha visitando a Bahia há cerca de dois a três anos.

"A gente ainda não tem uma atuação mais direta ou confirmada, mas a gente tem uma movimentação dele [Adriano] de forma continuada, visitas ao estado continuamente há cerca de dois, três anos", disse Marcelo Sansão, diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). "Ele vinha alegando que estava em período de férias, alegava essa questão de correr vaquejadas, gostava do circuito de vaquejada no estado, trazia os animais, alegava inclusive a intenção de compra de propriedade, de um haras, e uma pista que ele pudesse treinar e correr com os animais", acrescentou.

A polícia continua as investigações para saber qual a intenção dele em permanecer no estado, se Adriano está envolvido em um esquema de lavagem de dinheiro e se o ex-capitão do Bope tinha interesse em estabelecer organização criminosa na Bahia.

Notícias relacionadas