Bahia

Rui reclama da falta de efetivação da antecipação do São João na Bahia: ‘Não entramos em declínio’

De acordo com o gestor, cerca de 20 cidades baianas apresentaram taxa de crescimento de 100% da doença

[Rui reclama da falta de efetivação da antecipação do São João na Bahia: ‘Não entramos em declínio’]
Foto : Paula Fróes/GOVBA

Por Danielle Campos e João Brandão no dia 07 de Julho de 2020 ⋅ 11:20

O governador da Bahia, Rui Costa, declarou hoje (7), através de entrevista coletiva, que o estado não entrou em declínio no nível de infecção pela Covid-19, após a antecipação dos feriados de São João e Dois de Julho. De acordo com o gestor, ainda não há uma retração na demanda de leitos no estado, e cerca de 20 cidades baianas apresentaram taxa de crescimento de 100% da doença.

"Não conseguimos ainda entrar numa curva de declínio dos casos. Não tivemos retração na demanda de leitos hospitalares. Apesar da taxa de crescimento estar baixa e reduzindo, são números altos. Infelizmente, não conseguimos zerar os efeitos das festas juninas", disse o gestor.

Sobre a reabertura das atividades econômicas, Rui disse que serão apresentados os critérios que condicionarão a reabertura das atividades, mas o pilar central é proteger a vida e a saúde da população baiana.

Notícias relacionadas