Terça-feira, 21 de setembro de 2021

Brasil

Após Butantan, Fiocruz pede uso emergencial de vacina de Oxford contra a Covid-19

Até o momento, nenhum imunizante foi aprovada pela agência

Após Butantan, Fiocruz pede uso emergencial de vacina de Oxford contra a Covid-19

Foto: Freepik

Por: Geovana Oliveira no dia 08 de janeiro de 2021 às 15:30

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) pediu hoje (8) o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso emergencial da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, principal aposta do governo federal para o plano de imunização. 

A autorização é para as 2 milhões de doses prontas do imunizante que serão importados da Índia. A Anvisa tem até até 10 dias para autorizar ou não o uso emergencial. Em nota, a agência afirmou que "já iniciou a triagem dos documentos presentes na solicitação e na proposta de uso emergencial que o laboratório pretende fazer".

Mais cedo, o Instituto Butantan, ligado ao Governo de São Paulo, também pediu à Anvisa a autorização para uso emergencial da Coronavac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac. Até o momento, nenhum imunizante foi aprovada pela agência. 

Após Butantan, Fiocruz pede uso emergencial de vacina de Oxford contra a Covid-19 - Metro 1