Terça-feira, 28 de setembro de 2021

Brasil

Oxfam pede ações concretas de supermercados contra o racismo

Organização orientou que as empresas procurem fazer "uma revisão profunda de suas políticas, processos, práticas e relações comerciais"

Oxfam pede ações concretas de supermercados contra o racismo

Foto: Divulgação

Por: Adele Robichez no dia 13 de janeiro de 2021 às 08:20

A Oxfam Brasil, organização que luta contra a pobreza, a desigualdade e a injustiça, fez um pedido para que os supermercados enfrentem o racismo. A solicitação ocorreu após uma série de casos, sendo o mais recente o assassinato de João Alberto em uma unidade do Carrefour em Porto Alegre, em 2020.

A recomendação foi lançada hoje (13) em um informe da organização brasileira. A Oxfam atua em cerca de 90 países, fazendo campanhas, programas e ajuda humanitária.

A Oxfam orientou que as empresas procurem fazer "uma revisão profunda de suas políticas, processos, práticas e relações comerciais" e fala da importância de ter mais negros na administração.

"Sem encarar o racismo institucional, a maioria da população brasileira, que é formada por pessoas negras e que se relacionam com os supermercados nestas esferas, pode estar em risco", disse o relatório.

Oxfam pede ações concretas de supermercados contra o racismo - Metro 1