Sábado, 25 de setembro de 2021

Brasil

Pedido de oxigênio feito pelo governo do Amazonas ao estado do RJ foi enviado para e-mail errado

Ofício encaminhado no domingo só chegou ao conhecimento de Cláudio Castro (PSC) ontem

Pedido de oxigênio feito pelo governo do Amazonas ao estado do RJ foi enviado para e-mail errado

Foto: Reprodução

Por: Juliana Rodrigues no dia 15 de janeiro de 2021 às 11:38

Há cinco dias, o Amazonas enviou a todos os estados um pedido para tentar evitar o colapso no sistema de Saúde, concretizado ontem (14) com a falta de oxigênio para os pacientes. O ofício com o pedido foi obtido pelo portal G1 e revela que, no e-mail que deveria ter chegado ao governo do Rio, todos os destinatários estavam errados.

O documento cita uma "crise sem precedentes" na Saúde em meio à pandemia de Covid-19, com ocupação total de leitos. Assinado pelo governador Wilson Lima (PSC), o texto fala também na "iminência" de desabastecimento de oxigênio, solicitando o envio do produto, se possível.

O e-mail foi enviado por Juarez Filho, assessor do Subcomando de Ações de Defesa Civil do Amazonas, para três destinatários no RJ. Dois deles sequer estão no governo: Francisco Dornelles, ex-vice-governador, e Dorita, ex-chefe de gabinete de Dornelles. O terceiro foi o e-mail do setor de eventos da Vice-Governadoria do RJ, cargo que está vago desde que Cláudio Castro (PSC) substituiu Wilson Witzel (PSC) como governador.

A informação só chegou ao governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, na noite de ontem, quando ele ligou para Wilson Lima. Em nota, o governo amazonense admitiu o erro. "O Comitê de Enfrentamento da Covid-19 do Estado enviou para um mailing desatualizado, erro que está sendo corrigido", diz o texto.

Pedido de oxigênio feito pelo governo do Amazonas ao estado do RJ foi enviado para e-mail errado - Metro 1