Domingo, 26 de setembro de 2021

Brasil

MPF investiga paralisação do transporte de oxigênio em Manaus

Parada teria ocorrido dias antes do colapso vivido no sistema de saúde do Amazonas

MPF investiga paralisação do transporte de oxigênio em Manaus

Foto: Márcio James/Amazônia Real

Por: Gabriel Amorim no dia 20 de janeiro de 2021 às 20:00

Uma possível paralisação no transporte de oxigênio hospitalar em Manaus na véspera do colapso vivido nas unidades de saúde de todo o estado do Amazonas está sendo investigada pelo Ministério Público Federal (MPF). Pacientes manauaras chegaram a morrer sufocados por falta de oxigênio nos hospitais. 

A suspeita é de que aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) que levavam oxigênio de outras cidades para Manaus tenham deixado de fazer o transporte em pelo menos dois dias. A justificativa é de que a aeronave teria quebrado. A paralisação do transporte ocorreu do dia 13 para o dia 14, data em que houve o colapso nos hospitais.

O alvo da investigação civil é o Ministério da Saúde. Diante da suspeita de que pode ter havido crime na paralisação do transporte e envolvimento de autoridades com foro privilegiado, a parte criminal da investigação foi encaminhada ao Procurador-Geral da República. O MPF no Amazonas conduz apenas a parte cível.

MPF investiga paralisação do transporte de oxigênio em Manaus - Metro 1