Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

São Paulo volta para fase vermelha e fecha serviços não essenciais à noite

Retomada das aulas presenciais também foi adiada e só poderá acontecer a partir de 8 de fevereiro

[São Paulo volta para fase vermelha e fecha serviços não essenciais à noite ]
Foto : Governo do Estado de São Paulo

Por Gabriel Amorim no dia 22 de Janeiro de 2021 ⋅ 14:00

O Governo de São Paulo anunciou hoje (22) o endurecimento de medidas de controle depois que os casos de Covid-19 cresceram no estado. O estado voltou a entrar na chamada fase vermelha que proibe o funcionamento de serviços não essenciais a partir das 20h. 

A medida engloba serviço presencial em bares e restaurantes, comércio não essencial como shopping centers e serviços como salões de beleza, que não poderão funcionar entre 20h e 6h. A determinação é válida para o período da noite nos dias de semana. No final de semana, a proibição é válida também para o período do dia. 

Na capital paulista, a medida entra em vigor já no feriado da próxima segunda (25), aniversário da cidade. Para as demais regiões, será feita nos finais de semana dos dias 30 e 31 e 06 e 07 de fevereiro.

Outra medida anunciada pelo governo paulista foi o adiamento do retorno das aulas presenciais. Anunciado anteriormente para o dia 1 de fevereiro, o volta das escolas agora só poderá acontecer no dia 8. As famílias que não se sentirem seguras, no entanto, poderão escolher não levar as crianças para as aulas já que a presença não será obrigatória. A princípio, as escolas poderão funcionar respeitando o limite de 35% da sua capacidade.

Notícias relacionadas