Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Ministério da Saúde gasta R$ 4,2 mil com viagem de cada médico de força-tarefa para disseminar cloroquina em Manaus

Equipe agiu um dia após o governador Wilson Lima pedir socorro ao governo federal e a outros estados devido à escassez de oxigênio no Amazonas

[Ministério da Saúde gasta R$ 4,2 mil com viagem de cada médico de força-tarefa para disseminar cloroquina em Manaus]
Foto : Tony Winston/MS

Por Juliana Rodrigues no dia 27 de Janeiro de 2021 ⋅ 09:00

O Ministério da Saúde gastou cerca de R$ 4,2 mil com passagens aéreas e diárias de cada um dos médicos enviados a Manaus para fazer rondas em Unidades Básicas de Saúde e incentivar os profissionais de saúde a utilizar remédios sem eficácia comprovada contra a Covid-19, como cloroquina. A informação é da coluna Painel, da Folha.

De acordo com valores disponibilizados no Painel de Viagens, do Ministério da Economia, os bilhetes de avião custaram entre R$ 2.783 e R$ 4.535, e cada um dos médicos recebeu diária de R$ 655.

A força-tarefa agiu no dia 11 de janeiro, um dia após o governador Wilson Lima (PSC) pedir socorro ao governo federal e a outros estados devido à escassez de oxigênio no Amazonas. As medidas a favor de medicamentos sem eficácia no Amazonas são um dos pontos da investigação autorizada pelo Supremo Tribunal Federal contra o ministro Eduardo Pazuello.

Notícias relacionadas