METROPOLE

Quarta-feira, 12 de maio de 2021

Brasil

Brasil começa 2021 com mais miseráveis que há uma década

Segundo a FGV Social, índice é resultado do fim do auxílio emergencial

Brasil começa 2021 com mais miseráveis que há uma década

Foto: Agência Brasil

Por: Metro1 no dia 31 de janeiro de 2021 às 10:00

Após o fim do auxílio emergencial em dezembro, a taxa de pobreza extrema no Brasil deu um salto em 2021, segundo cálculos da FGV Social (Centro de Pesquisa Social da Fundação Getúlio Vargas). O número de pessoas na miséria é maior do que o registrado antes da pandemia e em relação ao começo da década passada, em 2011.

No mês de janeiro, 12,8% dos brasileiros passaram a viver com menos de R$ 246 ao mês (R$ 8,20 ao dia), linha de pobreza extrema calculada pela FGV Social a partir de dados das Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (Pnads) Contínua e Covid-19. De acordo com a projeção do Centro de Pesquisa, quase 27 milhões de pessoas estão nessa condição neste começo de ano, número maior que a população da Austrália.

Em 2019, 11% da população estava nesta linha. No iníco da década anterior, em 2011, eram 12,4%.

TV METRO

Entrevistas

Paulo Coutinho

Em 11 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Brasil começa 2021 com mais miseráveis que há uma década - Metro 1