Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

MP do Rio encerra grupo que investiga rachadinhas de Flávio Bolsonaro

Segundo o órgão, funções vão para grupo de combate ao crime organizado

[MP do Rio encerra grupo que investiga rachadinhas de Flávio Bolsonaro]
Foto : Reprodução

Por Juliana Rodrigues no dia 04 de Março de 2021 ⋅ 12:40

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) determinou ontem (3) o fim do Grupo de Atuação Especializada e Combate à Corrupção (Gaecc). Esse núcleo investigou, entre outros casos, a suspeita de rachadinhas cometidas por Flávio Bolsonaro durante seu mandato na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). A informação é do G1.

Uma resolução assinada pelo procurador-geral de Justiça do RJ, Luciano Mattos, revoga outra, de 2016, que havia criado o Gaecc. A decisão, publicada hoje (4) no Diário Oficial do MPRJ, também determina que os trabalhos do Gaecc vão para um departamento a ser criado dentro do Grupo de Atuação Especializada e Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

A reportagem do G1 apurou que a reorganização dos grupos de atuação do MPRJ tira, na prática, a autonomia dos membros do Gaecc, pois agora todos deverão se submeter à coordenação do Gaeco.

Notícias relacionadas