Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Governo de São Paulo decide paralisar aulas presenciais

Decisão é mais uma ação de combate à pandemia no estado

[Governo de São Paulo decide paralisar aulas presenciais ]
Foto : Arquivo/Agência Brasil

Por Gabriel Amorim no dia 11 de Março de 2021 ⋅ 15:22

As aulas presenciais nas escolas estaduais paulistas serão suspensas nos próximos dias. O anúncio foi feito na manhã de hoje (11) e as escolas ficarão abertas apenas para merenda dos alunos e retirada de chips a partir do dia 15 de março. 

Dentro do mesmo pacote de medidas, o governo também antecipou o recesso escolar de abril e outubro para 15 a 28 de março, período que é considerado fase emergencial do plano de combate da cidade. 

A decisão, no entanto, não obriga o fechamento das escolas municipais e privadas, mas o governo de São Paulo recomendou que as demais instituições adotassem a mesma medida. Os municípios também devem definir se as unidades estaduais em suas cidades mantêm ou não as aulas presenciais.

“O que a gente está falando é que a fase vermelha na Educação, nós temos um decreto próprio e continuamos com as mesmas regras. Então se a escola precisar fazer um atendimento presencial, seja ela da rede estadual, da rede municipal, da rede privada, ela poderá fazer a atividade. Nós não estamos mudando a regra de até 35% das escolas”, diz  o secretário da Educação, Rossielli Soares, em coletiva de imprensa.
 

Notícias relacionadas