Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Terceiro envolvido na morte de coordenador do Ciretran de Itabuna é preso

Imagens de câmera de segurança contribuíram para a identificação dos autores, que tiveram os mandados de prisão cumpridos

[Terceiro envolvido na morte de coordenador do Ciretran de Itabuna é preso]
Foto : Reprodução / Giro em Ipiaú

Por Metro1 no dia 13 de Março de 2021 ⋅ 17:00

Um soldado da Polícia Militar suspeito de efetuar os disparos que resultaram na morte do então coordenador da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Itabuna, Pablo Matos Barros, ocorrida em fevereiro, apresentou-se na Corregedoria Geral da Secretaria da Segurança Pública (Coger/SSP-BA), ontem (12). A informação é da Polícia Civil.

O policial é o terceiro envolvido no crime, investigado pela 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna) e Delegacia de Homicídios (DH) daquela cidade. Após cumprimento do mandado de prisão temporária, ele foi transferido para o Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas.

De acordo com as investigações, a motivação do crime foi uma dívida contraída pela vítima com proprietários de máquinas caça-níqueis. Câmeras de vigilância contribuíram para a identificação dos suspeitos. Mais dois envolvidos estão presos, incluindo outro policial militar, que também está no Batalhão de Choque. As investigações continuam para identificar outros possíveis envolvidos.

O crime aconteceu no centro da cidade, na Rua Isolina Guimarães, perto do Jardim do O. Pablo estava a bordo de uma moto, quando foi atingido por disparos feitos por um homem que estava na carona de uma outra motocicleta.

Recém-formado em Direito, Pablo era coordenador do setor de habilitação da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Itabuna, órgão ligado ao Detran.

Notícias relacionadas