Brasil

Novo acordo ortográfico passa a ser obrigatório em todo o Brasil

As regras do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa passam a ser obrigatórias no Brasil a partir deste ano. Em uso desde 2009, mudanças como o fim do trema e novas regras para o uso do hífen e de acentos diferenciais agora se tornam oficiais com a entrada em vigor do acordo, que tinha sido adiada por três anos pelo governo brasileiro. [Leia mais...]

[Novo acordo ortográfico passa a ser obrigatório em todo o Brasil]
Foto : Reprodução

Por Matheus Simoni no dia 02 de Janeiro de 2016 ⋅ 11:35

As regras do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa passam a ser obrigatórias no Brasil a partir deste ano. Em uso desde 2009, mudanças como o fim do trema e novas regras para o uso do hífen e de acentos diferenciais agora se tornam oficiais com a entrada em vigor do acordo, que tinha sido adiada por três anos pelo governo brasileiro. Assinado em 1990 com outros Estados-Membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) para padronizar as regras ortográficas, o acordo foi ratificado pelo Brasil em 2008 e implementado sem obrigatoriedade em 2009. 

A previsão inicial era de que as regras fossem cobradas oficialmente a partir de 1° de janeiro de 2013. No entanto, após diversas polêmicas e críticas da sociedade, o governo adiou a entrada em vigor para 1° de janeiro de 2016. O Brasil é o terceiro dos oito países que assinaram o tratado a tornar obrigatórias as mudanças, que já estão em vigor em Portugal e Cabo Verde. Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste ainda não aplicam oficialmente as novas regras ortográficas.

Com a padronização da língua, a CPLP pretende facilitar o intercâmbio cultural e científico entre os países e ampliar a divulgação do idioma e da literatura em língua portuguesa, já que os livros passam a ser publicados sob as novas regras, sem diferenças de vocabulários entre os países. De acordo com o Ministério da Educação, o acordo alterou 0,8% dos vocábulos da língua portuguesa no Brasil e 1,3% em Portugal.

Notícias relacionadas

[Bruno Covas é reeleito prefeito de São Paulo ]
Brasil

Bruno Covas é reeleito prefeito de São Paulo

Por Metro1 no dia 29 de Novembro de 2020 ⋅ 18:59 em Brasil

Bruno Covas já foi deputado estadual, federal e era vice-prefeito na chapa de João Doria, que deixou o governo para se eleger governador do Estado

[Dr. Pessoa é eleito prefeito de Teresina ]
Brasil

Dr. Pessoa é eleito prefeito de Teresina 

Por Metro1 no dia 29 de Novembro de 2020 ⋅ 18:22 em Brasil

A Justiça Eleitoral declarou Dr. Pessoa, do MDB, como novo prefeito da cidade. Ele tem 62% dos votos, contra 37% de Kleber Montezuma, do PSDB