Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sexta-feira, 12 de abril de 2024

Brasil

Exército investiga sumiço de metralhadoras: possível furto, desvio ou erro de contagem?

As informações foram divulgadas pelo Ministério Público, no caso que apura o arsenal que desapareceu em Baueri

Exército investiga sumiço de metralhadoras: possível furto, desvio ou erro de contagem?

Foto: Exército Brasileiro / Divulgação

Por: Metro1 no dia 16 de outubro de 2023 às 19:39

Atualizado: no dia 16 de outubro de 2023 às 19:59

O Exército trabalha com três frentes de investigação diante do sumiço das 21 metralhadoras do Arsenal de Guerra de São Paulo (AGSP), em Barueri (SP). Segundo divulgou o Ministério Público, a apuração é se o arsenal foi furtado, desviado ou se houve um erro de contagem.

As informações foram comunicadas, nesta segunda-feira (16), pelo promotor de Justiça Militar Luís Antonio Grigoletto, após uma conversa que ele teve com o comandante da 2ª Região Militar, general Pedro Celso Coelho Montenegro. Mais detalhes não foram divulgados pelo Exército, que mantém o caso em sigilo.

A investigação deve ser concluída em 40 dias, mas pode ter esse prazo dilatado para a realização de novas diligências. O Ministério Público ainda não atua diretamente no caso devido ao fato de que ainda não foi acionado pelo Exército para atuar na apuração.