Brasil

PF combate fraude do INSS em quatro estados e DF

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta terça-feira (23), uma operação para desarticular uma organização criminosa que cometia fraudes contra o INSS em quatro estados (Goiás, Tocantins, Alagoas, Minas Gerais) e no Distrito Federal. Cerca de 300 policiais federais e 60 servidores da Previdência Social cumprem 78 mandados de busca e apreensão, 4 de prisão temporária e 70 de condução coercitiva. [Leia mais...]

[PF combate fraude do INSS em quatro estados e DF]
Foto : Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 23 de Junho de 2015 ⋅ 08:25

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta terça-feira (23), uma operação para desarticular uma organização criminosa que cometia fraudes contra o INSS em quatro estados (Goiás, Tocantins, Alagoas, Minas Gerais) e no Distrito Federal. Cerca de 300 policiais federais e 60 servidores da Previdência Social cumprem 78 mandados de busca e apreensão, 4 de prisão temporária e 70 de condução coercitiva.

A investigação aponta que o esquema poderia causar um rombo de R$ 170 milhões nas contas da previdência, se todos os fraudadores recebessem seus benefícios indevidamente até a expectativa de vida de cada um. De acordo com a PF, o grupo atuava em duas frentes das fraudes: benefícios urbanos e rurais. Para concretizar os desvios de recursos públicos, alguns servidores da Previdência inseriam dados falsos em sistemas previdenciários, concedendo benefícios a quem não tinha direito.

Notícias relacionadas

[Prazo para eleitor regularizar título termina em maio]
Brasil

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio

Por Danielle Campos no dia 18 de Janeiro de 2020 ⋅ 14:00 em Brasil

Além de ficar impedido de votar, sem o documento em dia, o indivíduo fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades p...

[Marinha do Brasil abre 900 novas vagas]
Brasil

Marinha do Brasil abre 900 novas vagas

Por Danielle Campos no dia 18 de Janeiro de 2020 ⋅ 12:00 em Brasil

Inscrições podem ser feitas até 3 de fevereiro, através do site da marinha, com uma taxa de R$ 25