Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Brasil

Brasil deve usar presidência do G20 para propor reforma ao FMI

Informação foi passada por Fernando Haddad, ministro da Fazenda, nesta quinta-feira (23)

Brasil deve usar presidência do G20 para propor reforma ao FMI

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por: Metro1 no dia 23 de novembro de 2023 às 18:30

Atualizado: no dia 23 de novembro de 2023 às 18:58

O Brasil pode usar a presidência do G20 para propor a reforma de instituições multilaterais como o Fundo Monetário Internacional (FMI), o Banco Mundial e a Organização Mundial do Comércio (OMC). A informação foi passada por Fernando Haddad, ministro da Fazenda, nesta quinta-feira (23). 

De acordo com Haddad, o mandato brasileiro no grupo servirá de oportunidade para uma “reglobalização sustentável”, que promova a transição energética no planeta. As declarações foram feitas durante reunião no Palácio do Planalto para instalação da Comissão Nacional do G20.

Essa comissão é encarregada de coordenar o mandato brasileiro no grupo, que começa em 1º de dezembro e durará um ano. A comissão organizará as 104 reuniões previstas durante esse período e a mais importante será a Reunião de Cúpula do G20, prevista para novembro de 2024 no Rio de Janeiro.

Haddad criticou a globalização que ocorreu nas décadas de 1990 e 2000 porque, segundo ele, o processo resultou na concentração de renda, em diferenças de níveis de desenvolvimento entre os países e na atual mudança climática. “Nós temos que recuperar o multilateralismo e a perspectiva de integração entre as nações, mas isso tem que ser feito de outra maneira”, declarou. “Nossa visão estratégica não é voltar ao passado, como alguns têm sugerido. É uma nova globalização socioambiental", concluiu.