Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quinta-feira, 13 de junho de 2024

Home

/

Notícias

/

Brasil

/

"Qualquer avaliação é prematura", diz Silvio Costa Filho sobre retomada do aeroporto Salgado Filho no RS

Brasil

"Qualquer avaliação é prematura", diz Silvio Costa Filho sobre retomada do aeroporto Salgado Filho no RS

Ministro disse nesta quarta-feira (22) que é preciso esperar toda a água abaixar para que um diagnóstico detalhado possa ser feito

"Qualquer avaliação é prematura", diz Silvio Costa Filho sobre retomada do aeroporto Salgado Filho no RS

Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

Por: Metro1 no dia 22 de maio de 2024 às 10:04

Atualizado: no dia 22 de maio de 2024 às 10:13

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho (Republicanos), afirmou que o principal aeroporto do Rio Grande do Sul, Salgado Filho, não tem prazo para voltar a realizar operações de voo. O local foi afetado pelas fortes chuvas e enchentes que acometeram o estado. A declaração do titular da pasta aconteceu durante o "Bom dia, Ministro" na manhã desta quarta-feira (22), quando também destacou a parceria com as companhias aéreas na distribuição de doações para as vítimas da tragédia.

"Estamos aguardando que a água possa abaixar para podermos dar de fato uma informação mais detalhada. A concessionária que administra o aeroporto já começou a fazer o diagnóstico do terminal. A gente só vai ter uma leitura mais clara do aeroporto quando a água abaixar definitivamente e fazer o diagnóstico de todos os danos que foram causados. A princípio, ele está fechado por tempo indeterminado. É uma decisão da Fraport que a gente concorda. Qualquer avaliação agora é prematura", afirmou Silvio Costa Filho.

O titular da pasta apontou também  que os aeroportos regionais do estado estão recebendo 99 voos semanais, após outros 18 serem incluídos no quantitativo. Além disso, a partir desta quarta-feira (22), o aeroporto de Canoas estará autorizado para operações com até cinco voos diários. Na terça-feira (21) as empresas aéreas já começaram a vender as passagens.

O ministro ainda aproveitou sua participação no programa para agradecer publicamente o auxílio prestado pelas companhias aéreas no transporte gratuito de cargas, roupas e donativos ao estado. "Já distribuimos, só do ponto da aviação, mais de 350 toneladas. No setor portuário são mais de 400 toneladas e devemos chegar a 500 já no próximo domingo", disse.