Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sexta-feira, 12 de julho de 2024

Home

/

Notícias

/

Brasil

/

Após transplante de medula óssea, Fabiana Justus volta a ser internada: 'Vai ser rápido'

Brasil

Após transplante de medula óssea, Fabiana Justus volta a ser internada: 'Vai ser rápido'

A influenciadora brincou com o inoportuno da data: "Seguidoras 'raiz' vão lembrar que nosso histórico de dia dos namorados não é muito bom. Já tivemos algumas zicas"

Após transplante de medula óssea, Fabiana Justus volta a ser internada: 'Vai ser rápido'

Foto: Divulgação

Por: Metro1 no dia 12 de junho de 2024 às 11:10

Fabiana Justus, que luta contra a leucemia mieloide aguda, voltou a ser internada nesta terça-feira (11), dois meses após passar por um transplante de medula óssea. "Achei que ia passar os 100 dias sem internar, mas internei. Meus médicos falaram que é muito comum pós-transplante. Que a maioria dos pacientes precisa se internar para tratar algo pelo menos uma vez", explicou ela nas redes sociais.

A filha de Roberto Justus não deu mais detalhes sobre o que motivou o internamento. Mas destacou acreditar que o processo será breve e que, por isso, preferiu nem contar às suas filhas, Sienna e Chiara, de 5 anos: "Vai ser rápido e logo estou em casa novamente. As meninas não sabem que eu estou aqui. Se Deus quiser, nem vão saber. Vão ficar na vovó pelos próximos dois dias".

Ao constatar que a necessidade se deu bem às vésperas do Dia dos Namorados, a influenciadora brincou, mencionando uma tradição azarada: "E amanhã o nosso Dia dos Namorados vai ser aqui. Seguidoras 'raiz' vão lembrar que nosso histórico de dia dos namorados não é muito bom. Já tivemos algumas zicas", disse.

E aproveitou para pedir vibrações positivas aos seguidores: "Posso pedir aquela corrente de orações para eu sair o mais rápido possível? Obrigada de coração. Confesso que fiquei bem chateada. Para quem passou por longas internações, qualquer volta é um gatilho".

E concluiu: "Mas tenho que focar, pois dessa vez é bem diferente. O pior já passou".