Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sábado, 13 de julho de 2024

Home

/

Notícias

/

Brasil

/

Fundador da banda Mastruz com Leite é investigado por importunação sexual

Brasil

Fundador da banda Mastruz com Leite é investigado por importunação sexual

Emanoel Gurgel alega “que tentou apenas alertar a senhora sobre os riscos do tabagismo”

Fundador da banda Mastruz com Leite é investigado por importunação sexual

Foto: Reprodução/Redes Sociais/X

Por: Metro1 no dia 10 de julho de 2024 às 18:31

O ex-empresário e fundador de diversas bandas de forró, como a Matruz com Leite, Emanuel Gurgel, está sendo investigado pela Polícia Civil do Ceará (PCCE) pelo crime de importunação sexual contra uma mulher, de 67 anos, enquanto os dois estavam um elevador de um prédio residencial em Fortaleza. 

O caso teria acontecido às 5h25 do último dia 19 de junho. Identificada como Maria Palmira Silva, a vítima entrou no elevador primeiro e Gurgel logo em seguida. Eles chegaram a conversar, e o ex-empresário pegou na mão da senhora e apalpou os seus seios. 

Por meio de nota, enviada pela assessoria de comunicação e jurídica, Emanoel Gurgel disse “que tentou apenas alertar a senhora sobre os riscos do tabagismo, citando que seu próprio pai faleceu devido a isso. Não houve qualquer tipo de postura indevida”.

A vítima chegou a procurar Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e registrou um boletim de ocorrência. Após a denúncia, ela deixou o edifício e está recebendo assistência psicológica da equipe da DDM.

“Eu ia descer, mas o elevador começou a subir. Quando parou, ele entrou e já veio puxando assunto. Pegou na minha mão e perguntou: quem faz sua unha? Eu disse que era eu mesma que fazia. Logo depois ele avançou no meu peito e eu falei: epa, aqui não. Aí ele desconversou e quando o elevador abriu ele ainda perguntou se eu não ia com ele. Saí atordoada procurando ajuda”, destacou.