Brasil

Bancários rejeitam proposta da Fenaban e seguem em greve nacional

A Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação (CEBNN/CONTEC) decidiu rejeitar a nova contraproposta da Federação Nacional dos Bancos (FENABAN) de reajuste de 7% mais abono de R$ 3,3 mil, apresentada nesta sexta-feira (9). Com isso, as negociações foram suspensas e serão retomadas na terça-feira (13), às 14h, no hotel Maksoud Plaza, em São Paulo. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Rovena Rosa/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 09 de Setembro de 2016 ⋅ 16:33

A Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação (CEBNN/CONTEC) decidiu rejeitar a nova contraproposta da Federação Nacional dos Bancos (FENABAN) de reajuste de 7% mais abono de R$ 3,3 mil, apresentada nesta sexta-feira (9). Com isso, as negociações foram suspensas e serão retomadas na terça-feira (13), às 14h, no hotel Maksoud Plaza, em São Paulo.

Em greve desde o início da semana, os bancários insistem na melhoria da oferta e, segundo o CONTEC, o percentual de reajuste oferecido sequer cobre a inflação do período, registrada em 9,57%. O presidente da CONTEC e coordenador da CEBNN, Lourenço Prado, criticou a contraproposta apresentada e destacou os lucros obtidos pelos bancos nos últimos meses. "O que estão nos oferecendo hoje não cobre nem a inflação do período, por isto a greve geral da categoria seguirá forte até que os bancos atendam nosso pleito", afirmou Prado.

Os bancários reivindicam 15% de reajuste, o que significa cerca de 5% de aumento real. A mobilização dos bancários segue sendo realizada em todo o Brasil.

Notícias relacionadas

[PF deflagra 60ª Fase da Operação Lava Jato]
Brasil

PF deflagra 60ª Fase da Operação Lava Jato

Por Clara Rellstab no dia 19 de Fevereiro de 2019 ⋅ 07:39 em Brasil

Os mandados são cumpridos em endereços ligados a Paulo Vieira de Souza e ao ex-senador pelo PSDB Aloysio Nunes Ferreira Filho