Segunda-feira, 14 de junho de 2021

Brasil

Em 13 anos, 891 indígenas foram mortos; 137 só em 2015

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) revelou que 137 indígenas foram assassinados no Brasil em 2015. Segundo o Relatório Violência contra os Povos Indígenas no Brasil, divulgado na última quarta-feira (14), a quantidade de assassinatos de índios pode ser ainda maior, uma vez que a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) caracteriza os números repassados ao Cimi como “defasados”. [Leia mais...]

Em 13 anos, 891 indígenas foram mortos; 137 só em 2015

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Por: Luiza Leão no dia 15 de setembro de 2016 às 16:19

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) revelou que 137 indígenas foram assassinados no Brasil em 2015. Segundo o Relatório Violência contra os Povos Indígenas no Brasil, divulgado na última quarta-feira (14), a quantidade de assassinatos de índios pode ser ainda maior, uma vez que a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) caracteriza os números repassados ao Cimi como “defasados”.

Em 2014, 138 casos foram registrados, um a menos que em 2015. O relatório revelou ainda que desde 2003, 891 indígenas foram assassinados, sendo a média anual de 68 mortes violentas.

De acordo com o Cimi, os dados encaminhados pela Sesai foram obtidos através da Lei de Acesso à Informação e não permitem uma análise mais aprofundada, uma vez que as ocorrências não apresentam informações como faixa etária e localidade, ou seja, mais detalhes sobre os casos.

“A fragilidade destes dados dificulta uma clara percepção da autoria dos homicídios, se eles tiveram como pano de fundo a disputa pela terra ou, nesse sentido, se são consequência do fato dos indígenas não estarem vivendo em seus territórios tradicionais”, diz trecho do relatório.

TV METRO

Entrevistas

Ana Cristina Batalha

Em 11 de junho de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Em 13 anos, 891 indígenas foram mortos; 137 só em 2015 - Metro 1