Brasil

Defesa de Temer pede que TSE não considere depoimentos da Odebrecht

A defesa do presidente Michel Temer pediu ao TSE que as declarações da Odebrecht não sejam incluídas no processo que pede a cassação da chapa Dilma/Temer, marcada para esta terça-feira(3). De acordo com a defesa do peemedebista, a ação só pode ser proposta em até 15 dias depois da diplomação dos candidatos vitoriosos, portanto só podem ser inclusos no processo fatos que precedam o dia 1º de janeiro de 2015. [Leia mais...]

[Defesa de Temer pede que TSE não considere depoimentos da Odebrecht]
Foto :Beto Barata/PR

Por Laura Lorenzo no dia 03 de Abril de 2017 ⋅ 18:22

A defesa do presidente Michel Temer pediu ao TSE que as declarações da Odebrecht não sejam incluídas no processo que pede a cassação da chapa Dilma/Temer, marcada para esta terça-feira(3). De acordo com a defesa do peemedebista, a ação só pode ser proposta em até 15 dias depois da diplomação dos candidatos vitoriosos, portanto só podem ser inclusos no processo fatos que precedam o dia 1º de janeiro de 2015.

“A verdade é que a ação original desapareceu (ausência de consistência probatória) para dar lugar a uma nova, dois anos depois de vencido o prazo decadencial”, diz o parecer da defesa de Temer. A defesa contesta também a inclusão no processo da acusação de compra de partidos por parte da Odebrecht para aumentar o tempo de TV da chapa; do uso de caixa dois para pagar o publicitário João Santana e a mulher dele, Mônica Moura; além do uso de propina para abastecer a campanha eleitoral.

“Tais matérias não têm nenhuma relação ou sequer proximidade com o objeto original das ações eleitorais. Não existe nada na narrativa, no minucioso conjunto fático da inicial que se aproxime de tais fatos essenciais extemporâneos”, afirma o documento.

Notícias relacionadas

[Mega-Sena sorteia R$ 3 mi hoje]
Brasil

Mega-Sena sorteia R$ 3 mi hoje

Por Lara Curcino no dia 19 de Outubro de 2019 ⋅ 10:27 em Brasil

Concurso será às 20h; apostas podem ser feitas até 19h