Brasil

\'Um dos tiros que atingiram menina no Rio partiu de PM\', diz perícia

Nesta quarta-feira (5), peritos responsáveis pela investigação da morte de Maria Eduarda, estudante de 3 anos morta dentro da escola em Acari, no Rio de Janeiro, afirmaram que um dos tiros que atingiram a menina partiu da arma de um policial militar. [Leia mais...]

[\'Um dos tiros que atingiram menina no Rio partiu de PM\', diz perícia]
Foto : Reprodução

Por Yasmin Garrido no dia 05 de Abril de 2017 ⋅ 19:39

Nesta quarta-feira (5), peritos responsáveis pela investigação da morte de Maria Eduarda, estudante de 3 anos morta dentro da escola em Acari, no Rio de Janeiro, afirmaram que um dos tiros que atingiram a menina partiu da arma de um policial militar. A informação foi dada pelo repórter Bernardo Menzes, da GloboNews.

Também nesta quarta, peritos já haviam concluído que uma das cápsulas que atingiram a estudante era de um fuzil 7.62, usado tanto por traficantes (com fuzis AK.47) como pela Polícia Militar (FAL, ou fuzil automático leve). Ao confrontar os projéteis, concluiu-se que o tiro partiu da arma de um dos policiais.

No corpo de Maria Eduarda havia cinco lesões, não quatro, como foi divulgado anteriormente. A polícia continua fazendo confrontos balísticos para concluir a investigação e divulgar oficialmente o laudo.

Notícias relacionadas