Brasil

PF prende presidente da CBDA em operação que investiga desvios de recursos

Foi preso na manhã desta quinta-feira (6), opresidente afastado da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes, durante a operação contra esquema de desvios de recursos públicos repassados ao órgão. [Leia mais...]

[PF prende presidente da CBDA em operação que investiga desvios de recursos]
Foto : Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 06 de Abril de 2017 ⋅ 13:18

Foi preso na manhã desta quinta-feira (6), o  presidente afastado da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes, durante a operação contra esquema de desvios de recursos públicos repassados ao órgão. 

Além de Coaracy, duas pessoas foram presas no Rio de Janeiro e outras duas conduzidas coercitivamente em São Paulo na operação batizada de Águas Claras. Há uma pessoa foragida. Outros 16 mandados de busca e apreensão também foram cumpridos.

Inicialmente, a PF informou que havia cinco mandados de prisão, mas depois corrigiu para quatro. Todas as medidas foram expedidas pela 3ª Vara Criminal Federal de São Paulo. Segundo a PF, os investigados responderão pelos crimes de peculato, associação criminosa e fraude a Lei de Licitações.  \'Há indícios de um esquema de desvios de recursos públicos captados por meio de convênios e leis de fomento ao esporte, sem a devida aplicação - conforme previsto em lei e nos contratos assinados.

Segundo o inquérito policial, ao invés dos valores recebidos serem aplicados corretamente (em incentivos aos esportes aquáticos e na viabilização de práticas esportivas aquáticas), os recursos eram mal geridos ou desviados para proveito pessoal dos investigados\', diz nota divulgada pela Polícia Federal. As investigações apuram o destino de cerca de R$ 40 milhões repassados à CBDA. 

Notícias relacionadas