Brasil

Reforma da previdência: Temer recua e tempo de contribuição cai de 49 para 40 anos

O presidente Michel Temer confirmou na segunda-feira (18), mudança em um item da proposta de reforma da Previdência feita pelo governo. Ele reduziu de 49 para 40 anos, o tempo de contribuição para aposentadoria com salário integral. [Leia mais...]

[Reforma da previdência: Temer recua e tempo de contribuição cai de 49 para 40 anos]
Foto : Reprodução /Fotos Públicas

Por Milene Rios no dia 18 de Abril de 2017 ⋅ 08:44

O presidente Michel Temer confirmou na segunda-feira (18), mudança em um item da proposta de reforma da Previdência feita pelo governo. Ele reduziu de 49 para 40 anos, o tempo de contribuição para aposentadoria com salário integral. “Acabou aquela história de precisar 49 anos para poder se aposentar, caiu para 40 anos”, disse Temer em entrevista ao telejornal SBT Brasil.

Segundo Temer, conforme a nova regra, o trabalhador poderia se aposentar com 25 anos de contribuição, recebendo 70% do salário, a partir daí, haveria um aumento progressivo do valor da aposentadoria para cada ano trabalhado. Nos cinco anos seguintes, 1,5% a mais e, a partir dos 31 anos de contribuição, o trabalhador teria um aumento de 2% no valor da aposentadoria.

Com enorme índice de rejeição dos brasileiros, o governo vem cedendo a alguns apelos da população e a proposta pode passar ainda por novas mudanças. Ainda na entrevista ao SBT, Temer admitiu que o governo poderá propor uma idade mínima para mulheres menor que 65 anos. “Não é improvável que nós tenhamos um tempo de contribuição menor para as mulheres”, disse o presidente.

O peemedebista se reuniu com a bancada feminina da base aliada no final da tarde de segunda-feira (17), junto com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o relator da comissão da reforma, Arthur Maia (PPS-BA), Marun, e outros membros da equipe que vem participando das várias reuniões sobre o tema.

Notícias relacionadas