Brasil

Desembargador revoga prisão domiciliar de Adriana Ancelmo

A prisão domiciliar da esposa do ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral, Adriana Ancelmo, foi revogada nesta quarta-feira (26) pela Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 2a. Região (TRF-2). [Leia mais...]

[Desembargador revoga prisão domiciliar de Adriana Ancelmo]
Foto : Reprodução

Por Laura Lorenzo no dia 26 de Abril de 2017 ⋅ 15:33

A prisão domiciliar da esposa do ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral, Adriana Ancelmo, foi revogada nesta quarta-feira (26) pela Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 2a. Região (TRF-2). A ex-primeira-dama terá que deixar seu apartamento no Leblon e voltar para a prisão, no complexo penitenciário de Gericinó.

A procuradora Silvana Batini, representante do Ministério Público, afirmou que Adriana deveria perder o benefício pelo risco de destruir provas e ocultar patrimônio obtido ilicitamente, por meio de esquemas de corrupção comandados por seu marido, preso desde novembro. A procuradora salientou ainda que as medidas preventivas determinadas pelo juiz Marcelo Bretas para que ela fosse para casa – como a proibição do uso de telefones e de acessar a internet – são ingênuas e inócuas.

Notícias relacionadas