Brasil

Justiça determina que Eike Batista fique em prisão domiciliar

O juiz federal Gustavo Arruda Macedo decidiu neste sábado (29) que o empresário Eike Batista vai cumprir prisão domiciliar. Ele atendeu a determinação da liminar do Supremo Tribunal Federal. [Leia mais...]

[Justiça determina que Eike Batista fique em prisão domiciliar]
Foto : Fábio Pozzebom/ Arquivo Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 30 de Abril de 2017 ⋅ 09:09

O juiz federal Gustavo Arruda Macedo decidiu neste sábado (29) que o empresário Eike Batista vai cumprir prisão domiciliar. Ele atendeu a determinação da liminar do Supremo Tribunal Federal. A prisão domiciliar inclui medidas cautelares como a vistoria da Polícia Federal em casa sem aviso prévio, afastamento das empresas e entrega do passaporte. No total, são nove determinações.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, concedeu na sexta-feira (28), habeas corpus ao empresário e considerou que não se justifica o argumento de que Eike deve ficar preso para não atrapalhar as investigações.

Notícias relacionadas