Brasil

Professor doutor fica desempregado e pede emprego em semáforo

Um professor com pós doutorado e que está desempregado há dois anos decidiu pedir emprego em um semáforo. Trata-se de Eduardo Cobra, 57 anos. O docente é doutor em literatura pela Universidade de São Paulo (USP) e trabalhou 20 anos como professor em universidades [Leia mais...]

[Professor doutor fica desempregado e pede emprego em semáforo]
Foto : Reprodução/ Luana Ribeiro/ Reprodução/ G1

Por Luiza Leão no dia 25 de Agosto de 2017 ⋅ 17:44

Um professor com pós doutorado e que está desempregado há dois anos decidiu pedir emprego em um semáforo. Trata-se de Eduardo Cobra, 57 anos. O docente é doutor em literatura pela Universidade de São Paulo (USP) e trabalhou 20 anos como professor em universidades. Para sustentar a família, o professor de Taubaté, interior de São Paulo, chegou a vender doces já que não tem conseguido oportunidades de emprego. Foram mais de 600 currículos enviados.

Ele afirma que, apesar de querer voltar à sala de aula, aceita propostas fora da sua área. Por isso, decidiu apelar para uma placa que segura no semáforo por quase sete horas diárias.

O currículo de Eduardo Cobra contém licenciatura em história, bacharelado em teologia, mestrado em ciências da religião, doutorado em educação e pós-doutorado em letras.

Notícias relacionadas