Brasil

Ministério Público Federal encaminha novo ofício sobre pedido de suspeição de Gilmar Mendes

A força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro e procuradores regionais da República da 2ª Região que atuam no caso em segunda instância encaminharam ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o ofício que traz novas evidências da proximidade entre o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e o empresário Jacob Barata Filho. [Leia mais...]

[Ministério Público Federal encaminha novo ofício sobre pedido de suspeição de Gilmar Mendes]
Foto : TSE

Por Laura Lorenzo no dia 29 de Agosto de 2017 ⋅ 17:40

A força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro e procuradores regionais da República da 2ª Região que atuam no caso em segunda instância encaminharam ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o ofício que traz novas evidências da proximidade entre o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e o empresário Jacob Barata Filho.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), foi localizada durante a análise de e-mails de Barata Filho, autorizada pela 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro no curso da operação Ponto Final, uma mensagem com a confirmação de pedido de entrega de flores ao casal Guiomar e Gilmar no mesmo endereço que consta no aparelho celular do empresário como sendo de Guiomar Mendes, esposa do ministro. O pedido foi feito no dia de 23 de novembro de 2015.

No dia 21 de agosto, a pedido dos procuradores, Janot suscitou à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, duas arguições de impedimento, suspeição e incompatibilidade de Gilmar em habeas corpus impetrados pelos empresários Jacob Barata Filho e Lélis Marcos Teixeira.

Notícias relacionadas