Segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Brasil

Fachin recebe áudio da JBS que pode gerar rescisão da delação premiada

O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin recebeu no início da tarde desta terça-feira (5) o áudio que causou a revisão do acordo de delação premiada de Joesley Batista e de outros dois executivos da JBS. Fachin é o relator do caso na Corte. [Leia mais...]

Fachin recebe áudio da JBS que pode gerar rescisão da delação premiada

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Por: Laura Lorenzo no dia 05 de setembro de 2017 às 16:03

O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin recebeu no início da tarde desta terça-feira (5) o áudio que causou a revisão do acordo de delação premiada de Joesley Batista e de outros dois executivos da JBS. Fachin é o relator do caso na Corte.

A gravação será ouvida pelo ministro ainda na tarde desta terça e então Fachin deverá decidir o quanto antes sobre o sigilo do material. O magistrado pode liberar parcial ou totalmente a divulgação do conteúdo, ou ainda manter em segredo.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, anunciou na noite da última segunda-feira (4) a abertura da investigação, baseado em áudios obtidos por investigadores na última quinta (31). Segundo o Janot, as gravações contém conteúdo \"gravíssimo\". Na gravação, segundo o procurador, Joesley Batista conversa com Ricardo Saud, diretor institucional do grupo J&F (ao qual a JBS pertence), e um dos delatores da Lava Jato. Também será investigado Francisco de Assis e Silva, advogado da empresa.

O inquérito foi aberto para investigar indícios de omissão de informações de práticas de crimes no acordo de delação premiada dos executivos da JBS.

Fachin recebe áudio da JBS que pode gerar rescisão da delação premiada - Metro 1