Brasil

Donos de joalheria que vendia para Sérgio Cabral assinam delação premiada

Os proprietários da rede de joalherias Antônio Bernardo, principal fornecedora de joias para o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, e que está envolvida em esquema de corrupção, assinaram um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. [Leia mais...]

[Donos de joalheria que vendia para Sérgio Cabral assinam delação premiada]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Por Luiza Leão no dia 05 de Outubro de 2017 ⋅ 19:27

Os proprietários da rede de joalherias Antônio Bernardo, principal fornecedora de joias para o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, e que está envolvida em esquema de corrupção, assinaram um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. Além disso, os donos da joalheria se comprometeram a pagar R$ 10,6 milhões em multa.

Em junho, Gilda Vieira, ex-governanta de Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo, foi filmada na joalheria Antônio Bernardo, onde entregou peças para serem avaliadas. A movimentação dela levou a polícia a realizar uma operação para tentar recuperar joias que estariam sendo escondidas pelo casal.

Segundo o MPF, a ex-governanta levou uma pulseira e um par de brincos ao estabelecimento e, no dia seguinte, a Polícia Civil recebeu uma denúncia anônima.

 

Notícias relacionadas