Brasil

Após cirurgia, Michel Temer está "clinicamente muito bem", diz médico

Depois de passar por uma cirurgia nomeada de "procedimento de desobstrução uretal através de ressecção da próstata", o presidente Michel Temer (PMDB) está "clinicamente muito bem" e deve ter alta na segunda-feira (29). A informação foi dada pelo médico do Hospital Sírio-Libanês em São Paulo e cardiologista do peemedebista, Roberto Kalil Filho, durante coletiva de imprensa neste sábado (28). [Leia mais...]

[Após cirurgia, Michel Temer está
Foto : Antonio Cruz/Agência Brasil

Por Jessica Galvão no dia 28 de Outubro de 2017 ⋅ 13:26

Depois de passar por uma cirurgia nomeada de "procedimento de desobstrução uretal através de ressecção da próstata", o presidente Michel Temer (PMDB) está "clinicamente muito bem" e deve ter alta na segunda-feira (29). A informação foi dada pelo médico do Hospital Sírio-Libanês em São Paulo e cardiologista do peemedebista, Roberto Kalil Filho, durante coletiva de imprensa neste sábado (28).

Temer está com uma sonda, que deve ser retirada neste domingo (29). Ele deve retornar ao trabalho em Brasília na próxima quarta-feira (31). "Ele fez um procedimento em Brasília e depois deu entrada neste hospital no dia de ontem [sexta] onde foi revisado e passou pelo procedimento de ressecção da próstata. Clinicamente, ele está muito bem. Passou pela unidade semi-intensiva. Foi para o apartamento, está estável. Não houve nenhuma intercorrência e deve receber alta na segunda-feira", disse Kalil.

O presidente da República foi internado no Sírio na noite de sexta-feira (27), com quadro de retenção urinária por hiperplasia benigna da próstata. De acordo com o médico Miguel Srougi, Temer já havia feito uma cirurgia na próstata há 7 anos. "Todo homem que opera a próstata está sujeito a apresentar sangramentos. Na quarta para quinta ele teve um quadro de sangramentos e retenção urinária e foi colocado em Brasília uma sonda. É desconfortável ficar 2, 3 dias com esta sonda e precisava ser removida", disse.

Notícias relacionadas