Brasil

Ministro do STJ rejeita pedido da defesa e mantém prisão de Joesley e Wesley Batista

O ministro Rogério Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou nesta terça-feira (31) o pedido de liberdade feito pela defesa dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da J&F. Os dois executivos estão presos preventivamente por uma decisão da Justiça Federal em São Paulo. [Leia mais...]

[Ministro do STJ rejeita pedido da defesa e mantém prisão de Joesley e Wesley Batista]
Foto : Rovena Rosa/Agência Brasil

Por Laura Lorenzo no dia 31 de Outubro de 2017 ⋅ 19:50

O ministro Rogério Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou nesta terça-feira (31) o pedido de liberdade feito pela defesa dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da J&F. Os dois executivos estão presos preventivamente por uma decisão da Justiça Federal em São Paulo.

Os irmãos Batista respondem pelo crime de insider trading (informação privilegiada), sob a suspeita de usarem informações obtidas por meio de seus acordos de delação premiada para venderem e comprarem ações da JBS no mercado financeiro.

Em sua decisão, o ministro afirma que a prisão preventiva dos acusados é necessária para assegurar o prosseguimento das investigações. Schietti argumentou ainda que mesmo assinando acordo de delação premiada, Joesley e Wesley continuaram a praticas atividades ilícitas.

Notícias relacionadas