Brasil

Governo vai publicar nova portaria sobre trabalho escravo, diz ministro

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, disse nesta quarta-feira (8) que o governo federal vai publicar uma nova portaria com critérios para a fiscalização do trabalho escravo. A decisão foi anunciada um dia depois da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ter rejeitado um documento entregue por Nogueira com sugestões para aperfeiçoar a portaria que modificou as regras sobre e definição e a fiscalização trabalho escravo. [Leia mais...]

[Governo vai publicar nova portaria sobre trabalho escravo, diz ministro]
Foto : Lúcio Bernardo JR/ Câmara dos Deputados

Por Laura Lorenzo no dia 08 de Novembro de 2017 ⋅ 19:59

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, disse nesta quarta-feira (8) que o governo federal vai publicar uma nova portaria com critérios para a fiscalização do trabalho escravo. A decisão foi anunciada um dia depois da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ter rejeitado um documento entregue por Nogueira com sugestões para aperfeiçoar a portaria que modificou as regras sobre e definição e a fiscalização trabalho escravo.

\"Nós estamos construindo uma portaria que aprimore aquela. Vai aprimorar aquela no sentido de melhorar a segurança. Nós vamos surpreender o Brasil\", disse Nogueira.

A portaria está suspensa por decisão liminar (provisória) da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber. Mesmo antes da decisão judicial, a própria Raquel Dodge já havia classificado a portaria como \"retrocesso\" e solicitado que o governo a revogasse.

\"Nós vamos aprimorar a portaria, dando segurança jurídica para a atuação do auditor, e o nosso grande objetivo é erradicar o trabalho escravo no Brasil. Todos aqueles que praticam essa barbárie, nós vamos encontrá-los, e deverão responder ao devido processo administrativo e também criminal\", completou o ministro, em entrevista ao G1.

Notícias relacionadas

[Casa Geyer deve ser reaberta em 2022]
Brasil

Casa Geyer deve ser reaberta em 2022

Por Metro1 no dia 21 de Agosto de 2019 ⋅ 11:00 em Brasil

Diretor do Museu Imperial de Petrópolis, para onde o imóvel foi doado, Manoel Vicente prevê abertura do imóvel para o Bicentenário da Independência