Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Polícia do Rio nega ajuda da PF para investigar morte de vereadora

O chefe da Polícia Civil do Estado do Rio, Rivaldo Barbosa, descartou a possibilidade da Polícia Federal ajudar nas investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), na noite de ontem. Segundo ele, a instituição tem todas as condições de resolver o crime sem a ajuda do governo federal.[Ĺeia mais...]

[Polícia do Rio nega ajuda da PF para investigar morte de vereadora]
Foto : Fernando Frazão/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 15 de Março de 2018 ⋅ 14:01

O chefe da Polícia Civil do Estado do Rio, Rivaldo Barbosa, descartou a possibilidade de a Polícia Federal ajudar nas investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), na noite de ontem. Segundo ele, a instituição tem todas as condições de resolver o crime sem a ajuda do governo federal.

"Nós temos nossos protocolos estabelecidos. Quem quiser nos ajudar, receberemos a ajuda, de qualquer instituição. Entretanto, quero dizer que a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro tem capacidade para resolver esse caso", declarou. Ainda segundo Barbosa, o crime contra Marielle é um atentado contra a democracia.

Ele não quis confirmar a hipótese de execução sob alegação de sigilo nas investigações, mas afirmou que a polícia "não descarta nenhuma possibilidade".

Notícias relacionadas