Brasil

Em primeira aparição após a morte de Marielle, interventor não fala sobre o caso

Na primeira aparição pública após o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, o interventor na segurança pública do Rio de Janeiro, general Walter Souza Braga Netto, evitou a imprensa e não deu declarações sobre o caso. [Leia mais...]

[Em primeira aparição após a morte de Marielle, interventor não fala sobre o caso]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Stephanie Suerdieck no dia 17 de Março de 2018 ⋅ 15:05

Na primeira aparição pública após o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, o interventor na segurança pública do Rio de Janeiro, general Walter Souza Braga Netto, evitou a imprensa e não deu declarações sobre o caso. Segundo a Folha de S. Paulo, ele participou hoje (17) de uma ação social promovida pelas Forças Armadas em parceria com o governo estadual e a prefeitura do Rio na Vila Kennedy, foco principal da atuação das Forças Armadas após a intervenção.

Braga Netto se reuniu com o secretário estadual da Casa Civil, Christino Áureo, com representantes da prefeitura e com o comandante da Polícia Militar, coronel Luiz Claudio Laviano, por cerca de uma hora. Abordado pela imprensa na saída da reunião, ele disse que não falaria sobre o caso da morte da vereadora. Cercado por seguranças que impediam fotografias e aproximação dos repórteres, o interventor andou por dois quarteirões até seu carro e não deu nenhuma declaração. Já o porta-voz do Comando Militar do Leste, Carlos Cinelli, limitou-se a dizer que o crime premeditado contra Marielle e Anderson está sendo analisado pelo comando conjunto que gere a área de segurança do Rio.

Na única declaração sobre o caso, em nota oficial, Braga Netto  afirmou que repudia ações criminosas como a que vitimou Marielle e Anderson e que acompanha o caso com a Secretaria de Segurança do Rio. O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), também estava na Vila Kennedy, mas não participou da reunião. Ele recebeu Braga Netto na escola municipal onde ocorreu o encontro mas seguiu logo depois para a Praça Miami, na entrada do bairro, para entregar tendas a comerciantes que tiveram seus quiosques confiscados pela prefeitura durante operação na semana passada.

Notícias relacionadas