Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Em meio à seca, Ceará pretende consumir água do mar

Uma medida extrema de combate à seca foi adotada pelo governo do Ceará. O Estado decidiu investir em uma unidade de dessalinização da água do mar no litoral de Fortaleza para garantir o abastecimento. [Leia mais...]

[Em meio à seca, Ceará pretende consumir água do mar ]
Foto : Reprodução/Agência Brasil

Por Gabriel Nascimento no dia 21 de Março de 2018 ⋅ 10:21

Uma medida extrema de combate à seca foi adotada pelo governo do Ceará. O Estado decidiu investir em uma unidade de dessalinização da água do mar no litoral de Fortaleza para garantir o abastecimento. O período de estiagem é um dos maiores da história e já dura seis anos. O plano é que, até 2020, parte dos habitantes consiga beber a água do Oceano Atlântico.

O projeto vai custar pelo menos R$ 500 milhões. No fim do ano passado, uma empresa sul-coreana e outra espanhola foram escolhidas para apresentar propostas. Até maio, dois estudos técnicos serão recebidos pela gestão.

Segundo o Executivo cearense, 720 mil habitantes devem ser atendidos quando a unidade estiver concluída.

Notícias relacionadas