Brasil

Dono da fabricante de refrigerantes Dolly é solto em São Paulo

Investigadores estimam que as fraudes praticadas pelo empresário tenham gerado um prejuízo de R$ 4 bilhões ao longo de 20 anos

[Dono da fabricante de refrigerantes Dolly é solto em São Paulo]
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 19 de Maio de 2018 ⋅ 19:50

O dono da fabricante de refrigerantes Dolly, Laerte Codonho, foi solto no fim da noite de ontem (19) pela Polícia Civil após passar oito dias preso temporariamente.

Segundo o Estadão, a Segurança Pública do Estado de São Paulo afirma que o executivo é suspeito dos crimes de fraude fiscal continuada, sonegação, lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa.

Investigadores estimam que as fraudes praticadas pelo empresário tenham gerado um prejuízo de R$ 4 bilhões ao longo de 20 anos.

Apesar de solto, Codonho terá restrições: ele terá de se apresentar à Justiça todo mês e não poderá entrar em contato com outros investigados – o ex-gerente financeiro da empresa, César Requena Mazzi, e o ex-contador da fabricante, Rogério Raucci, também foram liberados. 

Notícias relacionadas

[Gebran manda soltar filho de Edison Lobão]
Brasil

Gebran manda soltar filho de Edison Lobão

Por Juliana Rodrigues no dia 14 de Setembro de 2019 ⋅ 15:40 em Brasil

Márcio Lobão terá que pagar R$ 5 milhões em fiança e estará proibido de deixar o país