Brasil

PF vai investigar possibilidade de locaute em greve de caminhoneiros

Locaute é caracterizado quando empresários de um setor contribuem, incentivam ou orientam a paralisação de seus empregados

[PF vai investigar possibilidade de locaute em greve de caminhoneiros]
Foto : Tânia Rêgo/Agência Brasil

Por Metro1 no dia 26 de Maio de 2018 ⋅ 08:02

A Polícia Federal vai investigar a possibilidade de locaute na paralisação dos caminhoneiros, que entrou hoje (26) no sexto dia, apesar do acordo firmado na noite de quinta-feira (24).

Locaute é caracterizado quando empresários de um setor contribuem, incentivam ou orientam a paralisação de seus empregados. Ou seja, quando uma greve é liderada pelos patrões, com o intuito de obter benefícios para o setor, o que é proibido por lei.

De acordo com apuração do jornal "O Estado de S. Paulo", a avaliação do governo é de que o Planalto subestimou a proporção que a mobilização poderia tomar, um erro do sistema de inteligência, que é comandado pela Abin (Agência Brasileira de Inteligência).

Mesmo com a proposta do governo de manter o preço do diesel estável para os distribuidores, houve ampliação dos pontos de retenção das estradas e não a redução do movimento.

Notícias relacionadas