Brasil

'Após a eleição o Brasil estará reunificado', diz Temer

Presidente da República disse que a divergência política é "natural", mas acrescentou que a violência deve ser combatida

['Após a eleição o Brasil estará reunificado', diz Temer]
Foto : Marcos Correa/PR

Por Juliana Rodrigues no dia 13 de Outubro de 2018 ⋅ 12:30

O presidente da República, Michel Temer, disse acreditar que embora o Brasil esteja dividido por causa das eleições, a união deve ser restabelecida assim que terminar o período eleitoral. A declaração foi dada ontem (12), quando o chefe do Executivo nacional participou de uma missa em homenagem a Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, no Rio de Janeiro. 

"Temos de ter a compreensão de que a eleição é um momento político-eleitoral. Logo depois vem o momento político-administrativo. No momento político-eleitoral, é natural que haja divergência. O que não pode haver é violência. Tenho absoluta convicção de que, passado esse momento, após a eleição o Brasil estará reunificado", afirmou o presidente.

Temer ainda disse estar preocupado com os episódios de agressão ocorridos durante a eleição. "É claro que toda vez que se fala em violência temos de nos preocupar. Por isso, precisamos combatê-la como estamos fazendo todos", acrescentou.
 

Notícias relacionadas