Brasil

Equipe de campanha de Bolsonaro entra com pedido de suspensão de jogo em que candidato mata minorias

A empresa que desenvolveu o game já é investigada desde o início de outubro pelo MP-DFT

[Equipe de campanha de Bolsonaro entra com pedido de suspensão de jogo em que candidato mata minorias]
Foto : Reprodução / Steam

Por Lara Ferreira no dia 20 de Outubro de 2018 ⋅ 18:30

A equipe de campanha do candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, ingressou no Tribunal Superior Eleitoral com pedido de suspensão do jogo “Bolsomito 2k18”, em que o militar aparece matando personagens negros, mulheres, nordestinos e homossexuais. 
 
De acordo com o jornal O Globo, a defesa do candidato alegou que o jogo prega ódio e violência e pode causar a errada ideia de que está ligado a Bolsonaro. “Além de configurar evidente difusão de ódio e incitação à violência e ao crime, ao cidadão comum faz parecer que referido software/game tem efetiva relação com o próprio candidato, o que não condiz com a realidade".
 
No início deste mês, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios abriu inquérito civil público para investigar a empresa que desenvolveu o game. O órgão entende que houve “clara intenção de prejudicar candidato à Presidência da República e com isso embaraçar as eleições 2018", além de causar "danos morais coletivos aos movimentos sociais, gays e feministas".

Notícias relacionadas