Brasil

Folha pede que PF investigue ameaças sofridas por profissionais

Ataques começaram depois que o jornal denunciou o suposto esquema de envio em massa de mensagens contra o PT

[Folha pede que PF investigue ameaças sofridas por profissionais]
Foto : Allan White/Fotos Públicas

Por Juliana Rodrigues no dia 24 de Outubro de 2018 ⋅ 13:20

O jornal Folha de S. Paulo entrou ontem (23) com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), solicitando à Polícia Federal a instauração de um inquérito para apurar ameaças contra uma jornalista e um diretor da empresa.

Os ataques começaram após o jornal denunciar o suposto esquema de envio em massa de mensagens contra o PT, bancado por empresários. Para a Folha, há indícios de uma ação orquestrada com o objetivo de tentar constranger a liberdade de imprensa.

A autora da reportagem, Patrícia Campos Mello, sofreu ameaças e teve o WhatsApp hackeado.

Entre sexta (19), dia seguinte à publicação, e ontem, um dos números de WhatsApp mantidos pelo jornal recebeu mais de 220 mil mensagens de cerca de 50 mil contas do aplicativo.

Notícias relacionadas