Brasil

Gilmar Mendes pede 'cautela' em ações da justiça em universidades

A polícia e a Justiça Federal tem agido nas universidades públicas para combater supostas propagandas eleitorais irregulares

[Gilmar Mendes pede 'cautela' em ações da justiça em universidades]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 26 de Outubro de 2018 ⋅ 17:20

Após a polícia e a Justiça Federal terem agido nas universidades públicas para combater supostas propagandas eleitorais irregulares, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, afirmou que considera que a Justiça precisa ter “cautela” para evitar exageros em ações do tipo.

De acordo com o magistrado, é necessário fazer uma reavaliação para não seja valorizada uma ação repressiva, mas uma “relação mais dialógica”. “Nós precisamos ter uma relação dialógica e menos repressiva", afirmou hoje (26), durante agenda na universidade Uninove, na capital paulista.

Mendes disse ainda que as universidades são vitais para o pensamento e que a sociedade precisa lidar com as manifestações "com certa compreensão e tolerância", já que não são todas as que apoiam a partidos políticos ou políticos.

O ministro disse ainda que a temperatura das discussões políticas sobem demais no segundo turno das eleições.

Notícias relacionadas