Brasil

Eleição de Bolsonaro representa 'enorme risco', segundo Anistia Internacional

ONG se posicionou em nota divulgada após o anúncio do resultado da eleição

[Eleição de Bolsonaro representa 'enorme risco', segundo Anistia Internacional]
Foto : Tânia Rêgo/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 28 de Outubro de 2018 ⋅ 21:18

Em nota divulgada hoje (28) após o anúncio da vitória de Jair Bolsonaro (PSL) nas eleições presidenciais, a Anistia Internacional afirmou que, caso as ações de governo do presidente eleito tenham o mesmo tom dos seus discursos de campanha, sua eleição "representa um risco enorme para os povos indígenas e quilombolas, comunidades rurais tradicionais, pessoas LGBTI, jovens negros, mulheres, ativistas e organizações da sociedade civil".

Segundo a diretoria da AI para as Américas, Erika Guevara-Rosas, as propostas de flexibilizar leis de controle de armas e autorização prévia para policiais matarem em serviço "agravariam o já terrível contexto de violência letal no Brasil, onde ocorrem 63 mil homicídios por ano, mais de 70% deles com armas de fogo, muitos dos quais são, na realidade, execuções extrajudiciais". As ameaças aos povos indígenas e aos ativistas de direitos humanos também são citadas pela ONG.

Ainda segundo a Anistia Internacional, as instituições públicas brasileiras devem atuar para proteger os direitos humanos e o estado de direito, a fim de "impedir que as propostas anunciadas se materializem".

Notícias relacionadas